Quem sou eu

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

é tudo uma questão de estilo


comentário do Altecir: os humanos sempre copiando os outros animais,que gente sem criatividade...

domingo, 14 de janeiro de 2018

sábado, 13 de janeiro de 2018

Empatia mesmo, ninguém quer... só querem mamar na vaca.
Sério, não sei mais o que prnsar sobre o que fazer pra essa gente entender que a gente tá aqui e em todo lugar para defender os direitos de ANIMAIS e não nossos.
NÃO é pessoal! Não é pessoal! NÃO é comigo e nem com você!
É tanta gente se sentindo ofendida, irritada, provocam e depois distorcem tudo, acusam a gente de arrogância, choram, reclamam, esperneiam, tacam bombas, se defendem, se justificam, dizem como é que a gente tem que falar, fazer mesmo, pouquíssimos fazem, mas parecem um bando de gente assistindo futebol em final de campeonato. Escolhem um lado da torcida e já começam a atacar o outro, xingar o árbitro, criticar os jogadores. De carnistas e matadores convictos, até pseudo veganos aspirantes a medalhista verde grátis, entram nos grupos pra ganhar babás e quando tomam uma situada, começam a reclamar de tudo o que a gente faz. Reforçam a voz dos carniceiros, derrubam a voz abolicionista sem cerimônia porque o discurso deles é o mesmo dos exploradores.
São tão egocêntricos que desconsideram que o que pode servir pra eles, pode muito bem não servir pra outros, e isso não significa que nossa abordagem seja descartável. Quem disse que não tem gente que desperta da noite pro dia? E quem disse que não tem gente que desperta com safanão mesmo? Eu conheço centenas de pessoas que fizeram a conexão pela força, mas que saco! Gente chata, mole, chorona e chantagista que qualquer post que não se enquadre nos seus malditos confortos, já tem que distorcer, e inverter tudo e não sabe passar reto! "Ai, isso só afaasta as pessoooas" Cara, só tem você no mundo? NÃO tem receita de despertar, entendeu? Tem receita de coxinha, de torta, de bolo sem leite e ovo, mas receita de como tornar todo mundo consciente e praticante das suas obrigações NÃO tem! Não teeeemm! Tudo dói em quem tá pensando em si mesmo. Tudo arde, pipoca, pinica, arranha suas peles de louça. Nao pode falar a verdade que agride, não pode postar imagem que choca, não pode chorar que é drama, não pode xingar que é raiva, não pode informar que é invasão, não pode perguntar que é cobrança... mas essa galera tá semore pensando em si mesma, no SEU ego, no SEU grupo, na SUA família, só nos animais morrendo é que eles não pensam, não tem um pingo de pressa, porque se ocupam tanto de seus calos e unhas encravadas, que não deve dar tempo. Não temos estudos suficientes pra apontar qual abordagem é a mais eficiente, e NÃO, NÃO há nenhuma certeza de que a abordagem dura e firme seja motivo de real afastamento de quem tem alguma disposição pra estar perto. Mas o povo quer muleta, quer escora, quer babá, não quer sair do conforto. No fundo, estão sempre pensando em si mesmos e os animais, são só os reféns que eles sequestram subjetivamente pra ficar cobrando resgate emocional e prático dos desesperados ativistas. Tudo é: Seu ativista mau, se voce nao me tratar com muita doçura eu mato e como os animais e ainda culpo você! Ah, Vão plantar batatas!
fonte: Nana Indigo

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Boa parte dos carnistas que se mostram insensíveis à dor e sofrimento animal, alega que o deus que eles acreditam foi quem autorizou esse massacre, e que portanto os animais foram feitos para isso, e o tal deus deles fica feliz que eles cumpram a recomendação de subjugar e submeter os animais à exploração e morte... Eu queria saber se esses mesmos sujeitos, acreditam no allah que autoriza homens bomba a matar populações inteiras, se acreditam naqueles caras da magia vodu que arrancam orgaos de crianças ou violam túmulos pra pegar os pedaços dos cadáveres das mães dos outros enterradas nos cemitérios, ou se acreditam naqueles deuses do hawai que pedem pra sacrificar virgens na boca do vulcão e etc... Olha, acho tão infeliz o cidadão ser insensível e picareta ao ponto de usar um deus ilógico e psicótico pra justificar seus desmandos, que me dá até ânsia de vômito. Eu não me sujeito mais a nenhuma religião formal, mas sou um tanto espiritualizada do meu jeito, porque tive a sorte de passar por religiões menos ignorantes e manipuladoras, mesmo assim, não consigo conceber a ideia patife de uma crença sagrada ser cúmplice e conivente com o sofrimento de indefesos. Sinto é nojo disso. Nessas horas vejo que enquanto o ser humano NÃO se libertar da ignorância e do egoísmo, não vai haver libertação animal, pois só liberta quem é livre.
Nana Indigo

domingo, 31 de dezembro de 2017

Almoço Vegano de Domingo




Cardápio:
milho ao molho, refogado de couve e espinafre, polenta brustolada, soja gratinada com legumes, salada de alface,radiche,rúcula,agrião e pepino e de sobremessa, o já tradicional bolo de banana com passas.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Jantar vegano de quarta-feira




Cardápio:
ervilhas, refogado de couve e espinafre, massa integral ao molho de abobrinha, milho verde e outros vegetais, salada verde de radiche e rúcula e de sobremessa bolo integral vegano de banana e passas.