Quem sou eu

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Montanhista descobre cachorro no topo do Kilimanjaro


Um montanhista viu um cachorro vivo no topo do Kilimanjaro, a montanha mais alta da África, a mais de 5,7 mil metros de altitude e a vários graus abaixo de zero, publicou nesta quarta-feira (31) a revista tanzaniana “Bab Kubwa”.

O cume, o pico Uhuru (“Liberdade”, em suaíli), tem quase 6 mil metros de altitude e uma temperatura que pode chegar a 15 graus negativos. Pelo intenso frio que faz nessa altitude, vários cientistas se questionaram como o animal conseguiu subir e sobreviver.

Na opinião do veterinário Wilfred Marealle, é normal um cachorro resistir em condições ambientais de frio extremo, mas “é pouco comum que suba ao cume do Kilimanjaro”, no norte da Tanzânia, e avisou futuros montanhistas que encontrarem o cachorro que tenham cuidado, já que o animal pode ter raiva.
O diretor de marketing da empresa que organizou a subida dos montanhistas ao Kilimanjaro garantiu que há dez anos viu outro cachorro em um acampamento a 3.960 metros acima do nível do mar.
fonte: anda

comentário do altecir: engraçado que ninguém resgatou o cão....

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Vital Farias -veja(margarida)


O QUE ESTAMOS ESPERANDO PARA AGIR ?

Sabemos dos holocaustos sem fim nos matadouros, sabemos dos confinamentos de vidas femininas submetidas à inseminação artificial ano após ano, tendo suas crias arrebatadas no primeiro dia de vida, sem ao menos poder amamentá-las, para que sobre mais leite para ser vendido. E sabemos que ao final de todo esse sofrimento e total privação da liberdade, ainda virá o matadouro. Tanto para a mãe, como os filhos.

Será aceitável que ainda existam matadouros? Sabemos que eles só existem porque nós os sustentamos.

Sabemos dos horrores a que são submetidos nossos irmãos das águas na indústria da pesca, onde trilhões são mortos indiscriminadamente pelos navios frigoríficos. E na crueldade dachamada “diversão” nos parques aquáticos, pesca oceânica, pescarias de finais de semana, entre outros.

Sabemos da crueldade que também sofrem nossos irmãos silvestres, raptados, engaiolados para sempre pelo comércio ilegal, imoral, mas tolerado e patrocinado por quem quer exclusividade no canto ou no lamento de um pássaro.

Sabemos do TERROR dos nossos irmãos condenados a torturas inimagináveis, apenas porterem recebido da natureza uma linda e macia pelagem, pois, não contentes com as nossas, arrancamos as peles deles, por futilidade.

Sabemos, se temos olhos para ver, da quantidade de sofrimento pelas ruas, becos, praças,estradas, de cães, gatos, cavalos, vagando, magros, tristes, abandonados, com sequelas de atropelamentos, ou de espancamentos, ou de estupros, a que estão sujeitos como vítimas indefesas do desequilíbrio humano.

Há ainda aqueles em verdadeiras prisões domiciliares, negligenciados ao extremo, amarrados em locais desabrigados de sol, chuva e vento, com falta de espaço, de alimentação, higiene, deatenção…enfim, de amor. Eles, que tão bem sabem amar.

Todos nós andamos pelas ruas das cidades, e é impossível não perceber o sufocamentodas nossas irmãs árvores, cimentadas até o pescoço, transformadas em verdadeiras lixeiras por humanos menos educados, que depositam seus sacos de lixo, ou os dos dejetos de seus animais a seus pés. Será uma oferenda? É isso que queremos oferecer às amigas que nos dão sombra, arpurificado, beleza, frutos, flores e alegria? Centenas de árvores caindo, doentes, por falta de atenção, de cuidados, submetidas a podas em épocas inadequadas, vendo derrubados osninhos de seus companheiros passarinhos.

E nossas irmãs águas, temos reparado nelas? Será que estamos valorizando esse líquido sagrado e precioso, será que estamos procurando nos atualizar sempre com novas idéias de como poupá-las, reutilizá-las? Estamos passando adiante esses conhecimentos?

Nossas irmãs pedras, será que reconhecemos e respeitamos sua sabedoria milenar?

Amigos, vamos nos desprogramar! Porque sim, fomos todos programados para continuar isso que está aí..e que já está claro que não serve para quem almeja evoluir.

Vamos considerar tudo isso passado e acordar para uma nova realidade, onde não faremosmais parte da negação e da omissão. Há inúmeras oportunidades. Cada uma das situaçõeshorríveis que descrevemos acima significa uma oportunidade de equilibrar, fazendo ocontrário. Participou ou testemunhou uma situação danosa? Faça o contrário. Faça ocontrário!

Se nos comunicarmos com os outros reinos além do nosso, nossa vida ganhará alegria, ganhará uma nova dimensão. Teremos amigos sábios, fiéis, gratos, com uma capacidade deirradiar amor que ainda não conhecemos entre humanos. Tudo isso está aí, à nossa disposição.

E o que fazemos? Em geral ficamos no nosso mundinho, acalentando nossos pequenos problemas, até que pareçam enormes e tomem toda nossa energia. Então ficamos cansados demais para qualquer coisa, e amargamos frustração, porque nosso verdadeiro eu quer muito mais de nós…

Vamos deixar de financiar assassinatos em matadouros. Vamos evitar ao máximo calçados e bolsas de couro e usar só os que não contém crueldade embutida (lembrar que trabalho escravo não é só contra os animais, como as vacas chamadas“leiteiras”, galinhas chamadas “poedeiras” ou ainda as cadelas e gatas chamadas “matrizes” para terem seus filhotes vendidos), mas há também trabalho escravo humano adulto e infantil e muitosartigos de origem chinesa, à venda no comércio por preços muito baixos, podem ter origem detrabalho escravo.

Então vamos combinar: casacos de peles ou golas de peles alheias, nem pensar. Pele, só a sua mesmo. Tapetes de peles de boi, estofamentos de couro natural nos assentos dos automóveis,repudie! Isso não é chic, isso demonstra inconsciência, egoísmo, futilidade.

Vamos evitar ao máximo produtos testados em animais. Medicamentos ainda não existem, mas produtos de beleza sim, e os produtos de higiene da casa, podemos fazer em casa mesmo, sem química, e sem prejudicar nossos animais de estimação e nem o ambiente.

Vamos passar a enxergar e nos envolver compassivamente com os cães e gatos por ondetransitamos. Há inúmeros deles precisando da nossa ajuda: adotar, prestar serviço voluntário,ajudar financeiramente quem os acolhe.

O que mais podemos fazer pelos reinos…

Podemos ajudar na rua um animal em situação de risco que esteja precisando de um olhar,uma palavra de conforto, alimento, atendimento médico-veterinário, ajuda para encontrar umnovo lar. Alguma coisa sempre podemos fazer.

Para ajudar os cães e gatos de maneira coletiva é necessário organizar controle populacional(castração), campanhas de educação e de adoção.

Podemos trabalhar fazendo palestras em escolas, em centros comunitários, em favelas,exibindo ou oferecendo para exibição os filmes educativos do INR. Eles são produzidos com opropósito de apoiar esses trabalhos de sensibilizar, de educar em valores.
Podemos e devemos denunciar maus-tratos quando presenciamos algum (no site do Denunciar é uma forma de valorizar a vida animal e de educar humanos.

Circos, zoológicos, rodeios? Nem pensar! Precisamos é de santuários para abrigar os animais retirados dessas locais que os exploram. Para os santuários de animais são necessárias grandes áreas de terra, mas o mais difícil não é conseguir as terras, muito difícil é ter pessoas responsáveis e abnegadas que tenham como propósito de vida cuidar de um santuário.

É trabalho para todas as horas do dia e da noite de uma vida inteira. Sem vida pessoal. Énecessário muito, mas muito amor pelos animais, além de equilíbrio psíquico.

Comprar objetos de marfim, andar de camelo, charrete, bodinho, aluguel de cavalos, tudo isso é sustentar a exploração.
Comprar animais silvestres, domésticos, ou qualquer outro, é ser conivente com o abuso. Quem vive da procriação desses animais deveria procurar emprego, ao invés de explorarfêmeas e machos para proveito próprio.

Se cada um de nós cuidar ao menos uma só árvore, aquela que está em frente à nossa casa, ou estabelecimento comercial, indústria, do local onde trabalhamos, estaremos emanando não só exemplo positivo ao nosso redor, como também irradiando respeito e amor a todas as outrasirmãs árvores, por intermédio dos seus seres guardiães.

Ao cuidar de uma árvore, esse amor se irradia, e que diferença podemos fazer no mundo, sócom a energia dedicada ali: manter limpa do excesso de cimento, das impurezas, aguar, se necessário preencher de terra o espaço ao redore plantar folhagens ou florzinhas para mantera umidade e embelezar.

Quando pensamos nos reinos da natureza, em geral pensamos numa divisão, mas quando nosreferimos à VIDA, somos um só organismo e os reinos são inter-dependentes . Como serespertencentes ao reino humano, o que nos diferencia dos outros reinos é exatamente aquiloque nos capacita a ser responsáveis por eles.

Amigos, vamos deixar nossa consciência e o amor de nosso coração comandarem nossos egos.Vamos tomar a decisão interna de estar despertos para o Bem Geral. E se sentimos o impulsode ajudar, de alguma dessas formas, ou de outra, vamos sustentar esse impulso positivo, sairdo plano das idéias e concretizar a ação. É necessária coragem para fazer o bem, vamos nosatirar, confiando na nossa intuição e amparados pelo nosso coração.

Vamos parar de resistir àquilo que sabemos internamente que temos que fazer. Enquanto podemos.

Vamos nos deixar inundar pelo amor, pela gratidão de ter perante nós tantas oportunidadesde colaborar, contribuir – pois para nós mesmos não precisamos de nada , não é ? Vamos nospermitir a alegria de dizer sim, de aceitar servir, servir por servir, sem expectativas de retorno,com paciência, determinação, simplicidade, humildade e discrição. Vamos incluir outros reinos em nossas vidas e assim nos tornar mais completos.

Vamos contribuir também com energia monetária, que pode ser tão útil para suprirnecessidades básicas, quando para quem já está suprido delas… acumular para que? Vamosinvestir, sim, mas no Amor, na compaixão e na generosidade…

Confie na sua intuição!

Vamos liberar os excessos, e guardar apenas o que podemos amar. Será que cuidamos e não há peças no fundo de alguma gaveta que há tempos não vêm a luz do sol? Se houver,certamente alguém poderá valorizá-las melhor.

Com simplicidade podemos ser pró-ativos para o Bem Geral.

Para quem se interessa pelo material educativo em filmes, seja para se inspirar, seja para exibir como ferramenta educativa, pode encontrar no site do INR www.institutoninarosa.org.br inclusive um material novo, filme de 55 minutos todo em animação, que se chama VEGANA ideal para crianças e adultos de qualquer idade, e para ser divulgado em todos os ambientes e mídias que cada um tiver acesso. Muito do que dissemos aqui está representado lá.

Fonte: Nina Rosa

Vegetariano é eleito o homem mais forte da Alemanha

O vegetariano Patrik Baboumian foi considerado o homem mais forte da Alemanha, numa competição que aconteceu neste mês. Ele já foi considerado o homem mais forte daquele país nos anos de 2009 e 2010, quando ele quebrou o recorde de levantamento de peso -- ele ergueu 180 kg em uma competição.

Baboumian aparecerá no documentário "Tour de Force" e diz que a dieta vegetariana é responsável pelo seu enorme sucesso. "Ser vegetariano faz de você um atleta melhor", disse em seu blog pessoal na Internet.

fonte: vidavegetariana.com

Pedido de ajuda



Procura-se este garoto!

URGENTE

Procuro desesperadamente meu filho de 3 anos desaparecido desde 21/06/2011.
Peço ajudas a todos, que, por favor, dIvulguem estas fotos dele na net.
Pois ele sumiu da cidade de São Carlos, interior de São Paulo.
Ele nasceu no Rio de Janeiro. Vindo com ele para minha terra natal,onde eu
jamais poderia imaginar que eu passaria por este pesadelo.
A policia não tem nenhuma informação concreta sobre seu paradeiro, está sendo um mistério a forma de como este anjinho sumiu.
Peço encarecidamente que orem a Deus por ele.
Desde já grato a todos.

(11)8687-5361 (11)8687-5361
Laércio Garcia

fonte: email de uma amiga

Cavalo morre após ser espancado por carroceiro


No último dia 12 de agosto, a Chicote Nunca Mais foi procurada por moradores de Gravataí para socorrer um cavalo que havia caído na carroça e foi violentamente espancado pelo carroceiro na estrada Dioníso de Lima. Populares revoltados deram uma surra no agressor, que seria usuário de drogas. O cavalo estava no chão, atirado no barro, com muitos ferimentos na cabeça. Tinha o maxilar fraturado e ferimentos no olho, era muito magro e com visíveis sinais de maus-tratos anteriores. O carroceiro praticou toda a violência na frente dos filhos pequenos. Foi muito difícil conseguirmos um transporte, e só deu para levá-lo depois de quase duas horas. Quando chegou no Hospital Veterinário da Ufrgs, já estava em óbito. Temos o nome do agressor, laudo veterinário e TC da ocorrência. Vamos ao MP e queremos que seja exemplarmente punido. Enquanto a lei não for cumprida pelas autoridades o coisa não vai mudar - a Lei dos Crimes Ambientais é muito clara, ferimentos na cabeça do animal dobram a pena. Quando o óbito decorre da agressão, há acréscimo. A droga é uma escolha do usuário - o animal não pode escolher o dono. Esse desgraçado vai para a cadeia por empenho pessoal da Chicote", revolta-se Fair Soares, presidente da ONG Chicote Nunca Mais.
fonte: chicotenuncamais
Ninguém acredita na gente: nenhum cartomante, nenhum pai-de-santo, nenhuma terapeuta, nenhum parente, nenhum amigo, nenhum e-mail, nenhuma mensagem de texto, nenhum rastro, nenhuma reza, nenhuma fofoca e, principalmente (ou infelizmente): nem você.

Eu só preciso levar a vida, eu só preciso desfocar do sonho que me deixa míope e enxergar além.

Essa vida viu, Zé. Pode ser boa que é uma coisa. Já chorei muito, já doeu muito esse coração. Mas agora tô, ó, tá vendo? De pedra.Nem pena do mundo eu consigo mais sentir. Minha pureza era linda, Zé, mas ninguém entendia ela, ninguém acolhia ela. Todo mundo só abusava dela. Agora ninguém mais abusa da minha alma pelo simples fato de que eu não tenho mais alma nenhuma. Já era, Zé. É isso que chamam de ser esperto? Nossa, então eu sou uma ninja. Bate aqui no meu peito, Zé? Sentiu o barulho de granito? Quebrou o braço, Zé? Desculpa! 

Tati Bernardi

13 MANEIRAS DE SER... ZEN














fonte: email de uma amiga

Se você quer crescer, mantenha a individualidade


Sim, somos parte um do outro. A humanidade é não somente uma, a existência é uma. Essa unicidade pode ser sentida em dois níveis: um é em profunda inconsciência e o outro é em superconsciência.

Ou você se torna uma árvore; assim você fica um com o todo. Ou você se torna um Buda; assim você fica um com o todo. Entre os dois você não pode ser um com o todo.

Consciência é individual, inconsciência é universal; superconsciência é universal, consciência é individual...

Porque as pessoas se sentem tão felizes numa multidão? Porque a felicidade numa multidão torna-se tão contagiosa? Porque na multidão as pessoas desaparecem, se tornam inconscientes. Elas perdem suas individualidades, elas fundem a individualidade delas.

Abandonando suas consciências elas abandonam a espiritualidade delas. Então elas ficam felizes, assim não há nenhuma preocupação, nenhuma responsabilidade....

Eis porque digo para não se tornar membro de um grupo. Senão você ficará tão baixo como o mais baixo dos membros. Tornem-se indivíduos. Num grupo você sempre cairá para o menor denominador.

Isso é natural, é bem científico. Se você estiver caminhando com um grupo de cem pessoas, a pessoa mais lenta irá decidir a velocidade. Porque a pessoa mais lenta não pode andar mais rápido, ela tem suas limitações.

E se o grupo tem que permanecer um grupo, o grupo terá que se mover de acordo com o mais lento. O mais rápido terá que reduzir, mas a pessoa mais lenta não pode se tornar rápida; ela suas tem limitações.

O grupo é sempre dirigido por uma pessoa estúpida. O estúpido não pode se tornar inteligente. Mas o inteligente pode decair facilmente e tornar-se estúpido. E é claro, pessoas estúpidas tendem a criar grupos porque sozinhas elas não podem confiar nelas mesmas. Elas estão assustadas, não possuem nenhuma inteligência. Elas sabem que sozinhas estarão perdidas.

Elas tendem a criar grupos, multidões. Então quando existe uma igreja, quando existe uma seita, noventa e nove por cento é de tolos. Isso tem que ser assim. Eles decidem programas religiosos, políticos e tudo mais.

Cuidado com essa grupocracia e fique atento. Porque em você também há momentos, momentos estúpidos, quando você gostaria de relaxar. Então você não é responsável, assim não há nenhuma preocupação. Desse modo você pode lançar toda a responsabilidade sobre o grupo. Você sempre pode dizer, “Que posso fazer? Eu caminho com o grupo e o grupo é lento, então eu sou lento. O membro mais lento decide tudo”.

Se você realmente quer crescer, fique só. Se você realmente quer ser livre, seja responsável. Daí minha insistência na individualidade.

Osho

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Sessão vergonha nacional

1 Minuto de Silêncio

Ontem, os deputados federais mostraram a cara e não votaram o projeto de lei FICHA LIMPA. Para quem não sabe, ontem, foi rejeitada a votação, na Ordem do Dia da Câmara Federal, o Projeto de Lei FICHA LIMPA, que impede a candidatura a qualquer cargo eletivo, de pessoas condenadas em primeira ou única instância ou por meio de denúncia recebida em tribunal – no caso de políticos com foro privilegiado – em virtude de crimes graves, como: racismo, homicídio, estupro,homofobia, tráfico de drogas e desvio de verbas públicas..

A IMPRENSA FOI CENSURADA E ESTÁ IMPEDIDA DE DIVULGAR ! PORTANTO, VAMOS USAR A INTERNET,PARA DAR CONHECIMENTO AOS OUTROS 198.000.000 DE BRASILEIROS QUE OS DEPUTADOS FEDERAIS TRAÍRAM O POVO!

Espalhe esta notícia; segundo dados, uma mensagem da internet enviada a 12 pessoas, no fim do dia chega a 30.000 usuários. Vamos espalhar!

fonte: email de uma amiga

Marisa Monte - eu não sou da sua rua


Mais uma do bicho homem....


Os bares da Ucrânia contam agora com uma nova forma de entretenimento para clientes: Ursos bêbados. Sim, isso. Os bares estão dando vodca para ursos ficarem alcoolizados, pois os clientes gostam disso.

O jornal Huffington Post denuncia que cada estabelecimento (de bares a hotéis e restaurantes) fazem, cada um, um espetáculo diferente. Em alguns, os ursos ficam presos e os clientes podem entrar para tirar fotos. Já em outros, os ursos ficam em cercados no meio do local para que todos possam “apreciar” tamanha idiotice.

Isso é, infelizmente, comum em vários países de origem soviética. A dependência alcoólica não faz bem a ninguém, muito menos a ursos. Por conta da “brincadeira” os ursos acabam ficando viciados na bebida.

O jornal estima que são 80 ursos no país vivendo dessa forma. Mykola Zlochevsky, ministro do Meio Ambiente da Ucrânia, avisou que os donos de estabelecimentos que fazem isso serão multados e os ursos vão para um santuário que será construído no lado ocidental do país que só vai ficar pronto em dezembro. 

fonte : eco4planet

sábado, 27 de agosto de 2011


Jamais creia que os animais sofrem menos do que os humanos. A dor é a mesma para eles e para nós. Talvez pior, pois eles não podem ajudar a si mesmos. - Louis J. Camuti

Tome partido. Neutralidade ajuda o opressor, nunca a vítima. Silêncio encoraja o torturador, nunca o torturado. - Elie Wiesel

O que não concebo é degolar um cabrito, asfixiar uma pomba, cortar a nuca de uma galinha, ou dar punhaladas em um porco para que eu coma seus restos. Não é por uma questão de química biológica o motivo de eu ter me passado para as fileiras do vegetarianismo, mas pelo imperativo moral de que minha vida não seja mantida às custas da vida de outros seres. - Eduardo Alfonso, médico naturista espanhol

Até que tenhamos coragem de reconhecer crueldade pelo que ela é - seja a vítima um animal humano ou não humano - não podemos esperar que as coisas melhorem neste mundo...não podemos ter paz vivendo entre homens cujos corações se deleitam em matar criaturas vivas. Para cada ato que glorifica o prazer de matar, estamos atrasando o progresso da humanidade. - Rachel Carson

Sessão prá descontrair... e pensar!!!!


Exigências do seqüestrador para
libertar um refém na China:
"Tenho 3 exigências ou mato o rapaz!"



 Negociadores chegam ao local pela janela ao lado para cumprir as exigências.



Negociador em posição



Inicio das negociações



Negociações concluídas



No Brasil a rua seria fechada, a negociação duraria 12 horas seguidas, o preso custaria milhões para ter um julgamento "justo", comida e boa vida na cadeia.

Entendeu por que os produtos dos chineses são mais baratos que os nossos?

fonte:email de um amigo

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Olha só que legal

Uma bela história de uma pessoa que não pode ver animais sofrendo e muito menos destinados a uma morte certa. Esta história aconteceu com a Sabrina Canassa, certamente uma apaixonada por animais, porque não dizer pela vida. Mais um exemplo de que nem tudo está perdido, que pessoas boas ainda existem embora difíceis de encontrar. Eis sua bela e comovente história de salvamento de uns pobres animais cujo único erro é o de terem nascidos pretos. 

Sou uma apaixonada por animais. E por conta disso faço cada uma...
Dia 23/12, estava indo de Mogi das Cruzes para Santo André pela Índio Tibiriçá. Até aí tudo bem.  No trecho de Suzano passo bem no meio da cidade que tem muitos comércios de beira de estrada e lombadas. Até aí tudo bem também.
Mas daí eu olhei para o lado e vi UM MOOOONTE de bichos pretos dentro de gaiolas, no calor absurdo que estava fazendo.
Parei de imediato para averiguar tal situação. A mulher que estava vendendo os bichos disse que todos eram pretos para serem usados para "trabalhos religiosos".
Resultado:
Enchi meu carro com 17 galinhas, 2 gatinhos filhotes e uma cadelinha vira-latas. Tudo preto. Comprei tudo. Detalhe: a Winnie, minha cachorrinha poodle branca, também estava no carro.
As galinhas foram para o porta-malas, minha mochila e computador para o banco de trás junto com os gatinhos, a cadelinha preta ficou no meu colo e a Winnie, no passageiro, querendo pegar ela. Foi uma bagunça.
Os gatinhos passaram de trás para frente e começaram a brincar com a minha tornozeleira. Em meio a mordidas e arranhões, latidos, cacarejos e muito cocô branco, pensei: "Ótimo, esses animais não servirão de sacrifício, não terão suas barrigas abertas... EEEEEEEEEE! 
Mas... E AGORA? Moro em apartamento!Saí da rodovia e entrei numa ruazinha de terra. Chamei São Francisco e pedi luz para me ajudar a achar uma pessoa que queira bem aqueles animais. Achei uma velhinha, muito fofa, regando suas plantas em um terreno enorme e cheio de grama com uns pés de frutas. A casa dela, bem simples, era láááááááá no fundo do terreno. 
Conversei com ela, muito simpática, e depois ofereci os bichos. Disse que só doaria todos juntos. Expliquei que para os gatinhos, era só deixar água e comida que o resto eles se viram. Cachorro é fácil. Ela já tinha galinheiro, mas desativado. Daí eu falei pra ela comprar um galo BRANCO e depois de um tempo ela poderia começar a vender ovo. A velhinha ficou com tudo, e fui até minha casa com o carro fedendo muito e com o coração feliz, feliz.
fonte: jornal defesa dos animais

Nei Lisboa - telhados de paris


Pedido de ajuda, socorro

cães abandonados precisando de adoção urgente, ajudem







A APABG não tem LOCAL PARA HOSPEDAR TODOS ELES! 
Estamos lotados de animais que ainda não foram adotados!
E sem dinheiro...
Eles foram encaminhados a castração pública, para que ao menos em pouco tempo não houvessem mais e mais animais nascendo naquelas condições...
NASCER para em seguida serem mortos!

ESTAMOS IMPLORANDO ... Para que olhem para esses cães!
Para que hospedem algum deles, para que os adotem!
Já foram castrados, e serão vacinados!
ESSA É A HORA DE NOS AJUDAR A SALVAR VIDAS!


fonte: email da apabg

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Cachorro de soldado acompanha velório do dono ao lado do caixão


Não foi só a tristeza de amigos e familiares que chamou a atenção no funeral do soldado Jon Tumilson, integrante do grupo de elite Navy SEAL, morto no Afeganistão.

Durante o velório de Tumilson, no início da semana em Rockford, Iowa, o cachorro do soldado deitou ao lado do caixão, coberto com uma bandeira dos Estados Unidos, e emocionou muitos dos presentes na cerimônica de despedida do americano.

Segundo o site da MSNBC, o labrador Hawkeye se aproximou do caixão quando os discursos em homenagem ao soldado começaram, e lá ficou até o final da cerimônia.

O cão foi fotografado no velório pela prima do soldado, Lisa Pembleton, e postada no Facebook. "Me senti na obrigação de dividir essa foto", comentou ela na rede social.

Tumilson foi morto depois que seu helicóptero foi atingido por granadas atiradas pelos talebans, no dia 6 de agosto. Ele tinha 35 anos e, com ele, morreram outros 22 oficiais dos Navy SEALs.

Agora, por decisão da família, o cão será dado para um amigo de infância de Tumilson, Scott Nichols.
fonte: uol

Religião

olhar para o alto.
tão alto que se tenha
um torcicolo eterno
e nunca mais se possa
olhar direto para o próximo.

Maravilhas da Fauna

Vacas de açougue,
tigres de circo,
patos que apitam,
peixes contaminados,
aves sem pés nem cabeça
quietas no supermercado.

Soneto Desbundado

a poesia pode ser quadrada
enquadrada para sê-la
camisa-de-força rimada
fazer ouvir estrelas.
nada impede também a poesia
de não falar coisa com coisa
igual jacaré escrevendo na lousa
em vez de preta, da cor do dia.
por que não a poesia, menina
cantando detalhes simples
um beijo, pulo na piscina?
tímida, pirada, sortida
negócio de poesia é este: riiip
rasgar o coração da vida.


Ulisses Tavares

A vida é apenas isto: um encadeamento de acasos bons e maus, encadeamento sem lógica, nem razão; é preciso a gente olhá-la de frente com coragem e pensar, mas sem desfalecimentos, que a nossa hora há-de vir, que a gente há-de ter um dia em que há-de poder dormir, e não ouvir, não ver, não compreender nada."

Não há dores eternas, e é da nossa miserável condição não poder deter nada que o tempo leva, que o tempo destrói: nem as dores mais nobres, nem as maiores."

O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais, há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesmo compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que se não sente bem onde está, que tem saudades... sei lá de quê!"

Florbela Espanca

Eu sou feito de
Sonhos interrompidos
detalhes despercebidos
amores mal resolvidos

Sou feito de
Choros sem ter razão
pessoas no coração
atos por impulsão

Sinto falta de
Lugares que não conheci
experiências que não vivi
momentos que já esqueci

Eu sou
Amor e carinho constante
distraída até o bastante
não paro por instante


Tive noites mal dormidas
perdi pessoas muito queridas
cumpri coisas não-prometidas

Muitas vezes eu
Desisti sem mesmo tentar
pensei em fugir,para não enfrentar
sorri para não chorar

Eu sinto pelas
Coisas que não mudei
amizades que não cultivei
aqueles que eu julguei
coisas que eu falei

Tenho saudade
De pessoas que fui conhecendo
lembranças que fui esquecendo
amigos que acabei perdendo
Mas continuo vivendo e aprendendo.

Martha Medeiros

Israelense cria bicicleta sustentável
O estudante israelense Dror Peleg, da Academia de Arte e Design Bezalel, criou um modelo de bicicleta feito a partir de plástico reciclado. Ele valorizou a estética do objeto, mas a criação também conta com outros dois aspectos de importância: resistência e baixo custo.

Batizada de "Frii", a bicicleta foi projetada para adultos, mas, por conta de seu visual diferenciado, pode até ser confundida com um brinquedo.

Para garantir a resistência da bicicleta sustentável, Peleg fez uso da tecnologia de material injetável: uma armação de plástico é colocada em um molde e depois preenchida com o material reciclado. As rodas têm aro de 20 polegadas e garfo curto, o que as torna mais resistentes. O selim é moldável ao peso do ciclista.

Na bicicleta não há o sistema de frenagem tradicional: os pedais, quando girados para trás, desempenham a função do freio. A "Frii" ainda não está sendo comercializada.


fonte: uol

Steve Jobs deixa a presidência da Apple


Lembrar que você vai morrer faz você concentrar as atenções nas coisas realmente importantes.

A morte é a melhor invenção da vida. Ela tira o que é velho do caminho e abre espaço para o novo.

Não há razão para não seguir o que seu coração pede para ser feito.

Você só consegue seguir em frente quando ama alguma coisa de verdade. Eu nunca perdi a fé.

Steve Jobs

fonte: info

quarta-feira, 24 de agosto de 2011


a noite
me pinga uma estrela no olho
e passa

 duas folhas na sandália
 o outono
também quer andar

hoje à noite
até as estrelas
cheiram a flor de laranjeira

tarde de vento
até as árvores
querem vir para dentro

lua à vista
brilhavas assim
sobre auschwitz?


lamente
uma
vez

minha alma breve breve
o elemento mais leve
na tabela de mendeleiev

celeumas luas
onde se lê uma
leiam-se duas

Paulo Leminski

Mobilização na Serra para ajudar Eduardo!

Por uma boa causa sempre é bom ajudar e fazer
a nossa parte, já que o governo não nos dá saúde...
Aliás, não nos dá nada...



A Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio do Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs), está preparando uma mobilização junto à população para ajudar o menino Eduardo Borges Stringhi, de sete anos, de Bento Gonçalves.
No dia 25 de agosto (quinta-feira), será realizada uma campanha para doação voluntária de medula óssea.
O cadastramento e a coleta de sangue, será realizada das 9h às 16h nosalão nobre da prefeitura de Bento Gonçalves (Rua Marechal Deodoro, 70).
Informações sobre como ajudar podem ser obtidas na Secretaria da Saúde pelo telefone (54) 3453 7616.

Divulguem a todos!

Olha só que legal....


Pet shops querem que clientes adotem animais ao invés de comprá-los


Já pensou se lojas de animais parassem de vender filhotes e apoiassem a adoção ao ponto de fazer um programa para explicar os benefícios? Foi isso mesmo que aconteceu no Canadá!

A PJ’s Pets e a Pets Unlimited anunciaram que suas lojas suspenderão a venda de animais. Ao invés disso, todo o espaço que era destinado a esse fim será utilizado por ONGs e abrigos de animais que vão mostrar fotografias e informações dos cães e gatos a espera de novos donos. Nas lojas maiores serão montados canis que ficarão à disposição das entidades.

Nesses locais também serão distribuídos panfletos para conscientizar os clientes, já que as empresas sabem que só parar de vender faria o cliente procurar outra loja sem mudar seu pensamento.

Os cães e gatos que serviam de reprodutores e as ninhadas que não foram vendidas também serão destinados à adoção. As lojas se comprometeram também a fazer o possível para remanejar os funcionários que ficavam nesse setor e, dessa forma, evitar demissões.

A adoção de animais é um dos gestos mais bonitos que pode ser feito e não vejo a hora de grandes pet shops nacionais seguirem esse conceito.

em tempo: o cão acima é o meu tander, na sua última feira de adoção antes dele vir prá casa

fonte: eco4planet

Oswaldo Montenegro - léo e bia


Associação Amigo Bicho de Canela
Você tem o Direito de não gostar de animais...
Mais tem o DEVER de RESPEITÁ LOS !






terça-feira, 23 de agosto de 2011

Olha só que legal...


Motoristas vão acelerando, acelerando e acelerando até quando um radar de trânsito aparece no horizonte. Quando isso acontece eles reduzem a velocidade – para não levar multa, naturalmente. Que tal fazer uma casa de passarinhos no formato de um radar para que sua rua tenha um trânsito melhor?

Foi isso que Ian Magee, 63 anos, fez na rua da sua cidade no interior do Reino Unido. Lá os radares são bem parecidos com a casinha aí da foto, então funcionou bem: Vários carros (inclusive ambulâncias!) reduziram a velocidade, enquanto animais como pássaros e morcegos adoraram a casinha.

As autoridades de lá não sabem se isso é legal e estão pensando em retirar a casa do lugar, uma pena já que fez com que os carros não passassem dos 50km/h do limites por lá e ainda renderam abrigo para animais.

fonte: eco4planet

Arnaldo Antunes - socorro



Sorri-se

Quando disse na saída,
deixo meu sorriso
disse bem,
até sorrir pra você
não vou sorrir pra mais ninguém
também disse,
o que se deixa é o que permanece
não esqueça essa sou eu,
que agora desapareceu
E se mais não disse, é que sorria
um sorriso que ficasse,
para depois de ter ido
como se nunca partisse,
como se tudo existisse
ah! se eu soubesse,
ah! se você me visse

Alice Ruiz

segunda-feira, 22 de agosto de 2011


Carta de Indignação

Sou Pietro Tremea Minuzzi, tenho 11 anos e estou muito triste e indignado que neste mundo e especialmente no nosso município exista tanta maldade e descaso com os animais especialmente cachorros e gatos maltratados abandonados e envenenados, afinal nós somos filhos do mesmo Criador.
Por que acontece isso?
Pois então, aconteceu na rua onde moro, Parnaíba, bairro São Bento, quarta-feira, em torno das 16 horas do dia 17 de agosto, minha cachorra foi envenenada, chorei muito, meu pai, minha mãe e também minha vó. A Fofa era uma cachorra muito querida e inteligente, era muito minha amiga, vai ser difícil esquecê-la.
Saiba mais, nesta rua, em dezembro de 2010, num mesmo dia, foram envenenados mais 5 cachorros. Solicito apoio ao Sr Prefeito e autoridades competentes que tomem providências com esses animais abandonados e essas mortes assustadoras, pois gostaria que melhorasse a segurança e que fossem penalizadas as pessoas maldosas que fazem isso, pois sei que está acontecendo em outros bairros.
Por favor, atendam o meu pedido.

Bento Gonçalves, 22 de agosto de 2011.

Pietro Tremea Minuzzi.

Poesias num dia de inverno


Se fôssemos limpos, de uma outra dor
Viesse quem nos ame, com um diverso amor
Envolvê-los-íamos, talvez menor,
No crestado olhar.
 Perdemos a estrada que perderão eles,
Quais nós somos reles eles serão reles,
Logo o horror que é nosso será todo deles.
E estão a brincar.

 Na manhã de inverno, azulescer com o dia. E caminhar pelas ruas: calmas, claras, silenciosas, frias.
Alexei Bueno


 Um deslizar de águas. Um sentir inexplicado e ausente. Quase uma melancolia. E o dia azul escorrendo lá fora. Impunemente.
Armando Freitas Filho

O silêncio serve-se em copos pequeninos, de vidro vermelho, à mesa desse almoço, onde almoço só. E neles, vêm beber, sedentos de verão, os passarinhos.
Anna Akhmátova

 Temporal. Tanto chove que o céu se faz rosado. Na rua, só carros e vento. Aqui dentro, um concerto de Mozart e um copo tinto de vinho. Além de um resto de sábado.
Ana Luísa Amaral