Quem sou eu

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Geraldo Vandré - maria memória de minha canção

video

Quanto tempo a gente perde na vida? Se somarmos todos os minutos jogados fora, perdemos anos inteiros. Depois de nascer, a gente demora pra falar, demora pra caminhar, aí mais tarde demora pra entender certas coisas, demora pra dar o braço a torcer. Viramos adolescentes teimosos e dramáticos. Levamos um século para aceitar o fim de uma relação, e outro século para abrir a guarda para um novo amor, e já adultos demoramos para dizer a alguém o que sentimos, demoramos para perdoar um amigo, demoramos para tomar uma decisão. Até que um dia a gente faz aniversário. 37 anos. Ou 41. Talvez 48. Uma idade qualquer que esteja no meio do trajeto. E a gente descobre que o tempo não pode continuar sendo desperdiçado. Fazendo uma analogia com o futebol, é como se a gente estivesse com o jogo empatado no segundo tempo e ainda se desse ao luxo de atrasar a bola pro goleiro ou fazer tabelas desnecessárias. Que esbanjamento. Não falta muito pro jogo acabar. É preciso encontrar logo o caminho do gol.

Sem muita frescura, sem muito desgaste, sem muito discurso. Tudo o que a gente quer, depois de uma certa idade, é ir direto ao assunto. Excetuando-se no sexo, onde a rapidez não é louvada, pra todo o resto é melhor atalhar. E isso a gente só alcança com alguma vivência e maturidade.

Pessoas experientes já não cozinham em fogo brando, não esperam sentados, não ficam dando voltas e voltas, não necessitam percorrer todos os estágios. Queimam etapas. Não desperdiçam mais nada.

Uma pessoa é sempre bruta com você? Não é obrigatório conviver com ela.
O cara está enrolando muito? Beije-o primeiro.
A resposta do emprego ainda não veio? Procure outro enquanto espera.
Paciência só para o que importa de verdade. Paciência para ver a tarde cair. Paciência para sorver um cálice de vinho. Paciência para a música e para os livros. Paciência para escutar um amigo. Paciência para aquilo que vale nossa dedicação.
Pra enrolação...atalho.

Martha Medeiros

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Olha só que legal...

Motos elétricas da polícia de Hong Kong brilham pelas ruas

Para se locomover em duas rodas com a consciência limpa, as motocicletas e bicicletas elétricas tem se difundido em todo mundo, inclusive no Brasil, onde alguns modelos de preços razoáveis já são encontrados. Em Hong Kong, logo ali do outro lado do mundo, o governo resolveu adotar as “motos verdes” para serviços urbanos.
A moto fabricada pela Brammo Inc. leva o nome Enertia Plus, não emite CO2, é claro, e atende bem as necessidades de órgãos públicos como o departamento de águas e a polícia, sendo movida por baterias de íons de lítio, e tendo autonomia de 128Km.
A versão utilizada pela polícia recebe luzes de sinalização, pintura/adesivagem reflexiva e bagageiros laterais. Mais um pouco de brilho e ela seria usada no próximo filme Tron
fonte: eco4planet

Olha só....

Cão salvo por soldado na véspera de sua morte é iluminado por luz "divina"
Na noite anterior à morte do soldado Justin Rollins, ele praticou o seu último ato de heroísmo servindo no Iraque. Ele salvou um filhote abandonado.

O Exército americano atendeu ao pedido de Rollins de tirar o cão da zona de combate e levá-lo para a casa do soldado. O cão ganhou o nome de Hero .
Enquanto estava visitando a família em Newport, em New Hampshire, para realizar a sua reportagem, a jornalista da ABC, Kimberly Launier, filmou o animal enquanto ele brincava no quintal . E um raio de luz iluminou o cãozinho criando uma espécie de "halo vertical".

"Enquanto esse dramático raio de luz estava brilhando sobre Hero, o cão olhou para mim. E tudo que pude fazer foi pegar a câmera com um pouco de assombro. Foi um momento inesquecível e me fez pensar se de fato Justin não estava lá. Então a luz desapareceu", conta Launier.

"Foi um dia nublado em Newport, quando uma simples imagem se tornou em algo que me fez pensar sobre a vida após a morte", diz. 

fonte:uol
10 maneiras simples de ajudar os animais

1 –Ao invés de comprar um novo amiguinho em um petshop, que tal adotar?
O comércio de animais é cada vez mais cruel e visa apenas o lucro, enquanto milhares de animais aguardam por um lar nas ruas e nos abrigos!

2 –Castrando seu animalzinho de estimação e ajudando ONG’s que castram animais de rua você ajuda a prevenir o nascimento indesejado de milhares de bichinhos, ao mesmo tempo que promove a melhora da saúde animal.Castrar previne o câncer de útero e de testículo, reduz o risco de câncer mamário e de próstata, torna os animais mais calmos e dóceis, e prolonga suas vidas.

3 –Você pode ajudar organizações que auxiliam animais com doações, sejam elas em dinheiro, ração, jornal, prendas para bingos ou bazares, produtos de limpeza,
cobertores, casinhas, entre outros.

4 –Se você não puder ajudar financeiramente, você pode participar de um evento que ajude os animais, como manifestações, cãominhadas com animais do Centro de Controle de Zoonoses , mutirões para ajudar abrigos, divulgando animais para adoção, entre outros. Toda ajuda é bem vinda e com certeza existe alguma atividade com a qual você se identifique.

5 – Locais que usam animais como forma de entretenimento, como circos, rodeios e até mesmo zoológicos, vão contra a natureza destes seres, mantendo-os presos, sob condições horríveis. Visitando estes lugares você incentiva os maus tratos físicos e psicológicos sofridos pelos animais.
Ver os animais em seu habitat natural pode ser muito mais divertido!

6 – A indústria das peles exóticas é uma das mais cruéis e, com certeza, a mais fútil de todas.
Usando peles você estará alimentando uma indústria suja de sangue, na qual milhões de chinchilas, raposas, focas, coelhos e até mesmo cães e gatos são assassinados de forma bárbara.
Apenas quando os consumidores pararem de comprar, esta indústria deixará de existir.

7 – Produtos testados em animais não são seguros para seres humanos. Hoje em dia temos métodos alternativos que não prejudicam animais ou humanos.
Que tal utilizar produtos de empresas que realizam os testes alternativos e boicotar as empresas que utilizam testes em animais?
Uma lista completa das empresas pode ser encontrada no site da PEA – Projeto Esperança Animal.

8 – Virar vegetariano é um modo de ajudar os animais. Todos os dias, milhões de animais são mortos de forma perversa para servirem a indústria da carne.
Se você não consegue deixar a carne, por que não reduzir seu consumo? Você vai sentir a diferença na sua saúde e ajudará os animais.
Que tal descobrir novos sabores e explorar o que a seção de hortifruti tem a oferecer?

9 – O silêncio é a maior arma de quem maltrata um animal. Se você presenciar alguma cena de maus tratos, denuncie! Maus tratos contra animais caracterizam crime ambiental e devem ser comunicados à polícia, que registrará a ocorrência, instaurando inquérito.

10 – Amar os animais é um privilégio de alguns, mas respeitá-los é um dever de todos.
Devemos entender que os animais estão neste mundo para conviver conosco e não para nos servir.
Respeite todos os seres em sua forma singular de ser e aprenda a amar as nossas diferenças.

Curiosidades

Para se ter uma idéia, uma cadela não castrada e seus descendentes podem gerar 64 mil animais em seis anos; uma gata não castrada e seus descendentes podem gerar 420 mil novos animais num período de sete anos!
92% dos remédios que são aprovados em testes com animais são reprovados em testes com humanos por serem ineficientes ou perigosos.
Milhares de animais sofrem todos os dias por algo que não é bom nem para eles, nem para nós.
Em um hectare de terra podem ser plantados 22.500 kg de batata, enquanto que, na mesma área, só podem ser produzidos 185 kg de carne bovina.
Se cada um de nós diminuísse em apenas 10% a quantidade de carne ingerida, 5 bilhões de animais seriam poupados todos os anos!
Isto equivale a, aproximadamente, toda população da China, Índia, Estados Unidos, Indonésia e Brasil!
Pessoas não vegetarianas têm 40% mais chances de desenvolver problemas cardíacos e diabetes do que vegetarianos.
O consumo de embutidos cárneos aumenta em 67% o risco de câncer no pâncreas.
Para fazer UM casaco de pele são mortos: 30 raposas, ou 70 visons, ou 12 filhotes de foca, ou 40 lontras, ou 50 coelhos, ou 200 chinchilas ou 400 esquilos.


fonte: abrigodonacidinha

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

domingo, 27 de novembro de 2011

LIBERDADE

Ai que prazer
não cumprir um dever.
Ter um livro para ler
e não o fazer!
Ler é maçada,
estudar é nada.
O sol doira sem literatura.
O rio corre bem ou mal,
sem edição original.
E a brisa, essa, de tão naturalmente matinal
como tem tempo, não tem pressa... 

Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma. 

Quanto melhor é quando há bruma.
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha ou não! 

Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar, e o sol que peca
Só quando, em vez de criar, seca. 

E mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças,
Nem consta que tivesse biblioteca...


Fernando Pessoa

sábado, 26 de novembro de 2011

Olha só que legal...

Secreteraria de Educação de São Paulo introduz cardápio vegetariano em escolas.


A partir desse dia 18 de novembro, a Secretaria de Educação do Município introduz na merenda escolar receitas à base de proteína de soja, em substituição à carne, para 626 mil alunos, dando início a uma proposta do vereador Roberto Tripoli (PV), que vem fazendo gestões para introduzir opções vegetarianas na merenda das escolas do município desde 2009.

As receitas com soja serão servidas inicialmente a cada 15 dias, em escolas onde a gestão da merenda é terceirizada, conforme explica a diretora de Divisão Técnica do Departamento de Merenda Escolar da Secretaria Municipal da Educação, Vera Nakayama. A opção pela soja foi feita pela área técnica responsável pela merenda nessa Secretaria, e a escolha das receitas também.

A previsão, segundo a diretora, é incluir já no ano que vem as receitas vegetarianas também nas escolas com gestão direta e mista, pois a compra dos novos produtos exige licitação. No caso das unidades terceirizadas, os produtos são comprados pelas próprias empresas responsáveis pelo serviço. O total de alunos na rede municipal é de 1 milhão de crianças e adolescentes, e são servidas perto de 2 milhões de refeições diariamente.

O vereador Tripoli considera a novidade fundamental para dar início às discussões em torno da redução do consumo de carnes nas escolas. “As crianças e suas famílias devem aprender que a alimentação pode ser saudável, sem envolver o consumo diário de carnes e a escola é um local fundamental para esse aprendizado”, observa o parlamentar.

Não se trata de radicalismo e nem de retirar as carnes da merenda escolar, observa Tripoli. “Mundialmente, a redução do consumo de carnes vem sendo recomendada, tanto do ponto de vista da saúde como no aspecto da proteção ambiental e também pela defesa dos animais. São Paulo inclusive aderiu, através da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, ao movimento Segunda sem Carne. Agora, o tema está sendo levado, na prática, para as escolas públicas”, observa.

Tripoli acha importante que, além da merenda, esclarecimentos sejam levados para as crianças e seus familiares, inclusive com o ensino de receitas saborosas e nutritivas que não envolvam carnes. “Estamos num novo tempo, vivendo mudanças planetárias que não podem ser desconsideradas. Estamos no limiar de mudanças civilizatórias imprescindíveis. As crianças precisam ser informadas sobre novas possibilidades de consumo e de comportamento, inclusive no que se refere à alimentação”, observa o vereador ambientalista.

Vale lembrar que o vereador Tripoli iniciou os debates sobre opções vegetarianas na merenda escolar durante a Comissão de Estudos sobre Animais, implementada e presidida por ele durante cinco meses, em 2009, na Câmara Municipal de São Paulo. Desde então, o parlamentar fez gestões junto à Secretaria da Educação para conseguir introduzir esse avanço.

Em 2010, Tripoli chegou a colocar verba no orçamento municipal para a realização de um projeto piloto de merenda vegetariana. Finalmente, no segundo semestre de 2011, a Secretaria da Educação comunicou ao vereador que estava fazendo testes de aceitabilidade e que pretendia introduzir um dia por semana sem carnes no cardápio de todas as escolas.

fonte: instituto nina rosa

Não deixe portas entreabertas. Escancare-as ou bata-as de vez. Pelos vãos, brechas e fendas passam apenas semiventos, meias verdades e muita insensatez. 

E por perder-me é que vão me lembrando, 
por desfolhar-me é que não tenho fim

E é nisto que se resume 
o sofrimento: 
cai a flor, — e deixa o perfume 
no vento!

Penso que sendo o céu redondo, 
um dia nos encontraremos..

Cecília Meireles
O rio das tripas e o Tietê
nascente do rio tietê


Depois, lendo sobre a colonização do Brasil, perdi o sono de vez. Por causa do pesadelo vivido pelo Rio Tietê. Mas principalmente por um seu ancestral, o Rio das Tripas.

Voltemos para 1551: finalmente o Brasil ganhava uma cidade de verdade, em Salvador, Bahia. A água para se beber (tomar banho não, que portugueses colonizadores e brasileirinhos não eram chegados nisso, exceto os índios) era mui farta graças a um belo rio que contornava a recém-nascida capital.

Só que as “otoridades” construíram um matadouro de gado. E as vísceras bovinas eram jogadas no rio. Daí ele ficou conhecido como Rio das Tripas.

Era costume jogar lixos domésticos (inclusive o conteúdo dos urinóis) nas ruas, mas as “otoridades” proibiram e eles passaram a ser jogados no pobre Rio das Tripas.

Para piorar, as tropas de mulas com mantimentos e mercadorias que chegavam ao povoado tinham de atravessar o rio. Havia verba para construção de algumas pontes, que nunca saíram do papel porque o dinheiro foi roubado (bem diferente de hoje, né?).

Resultado: apenas dois anos depois, os moradores não podiam mais contar com o Rio das Tripas, apodrecido, e tiveram de cavar poços.

Como se viu e se vê, o Rio Tietê faz parte de uma linhagem maldita de rios emporcalhados há séculos. E não adianta a História e a Poesia contarem e cantarem essa tragédia. O Brasil está surdo ao clamor das águas.

fonte: Ulisses Tavares

comentário de Sônia Felipe, na anda:  O raciocínio tosco funciona mais ou menos assim: se é com água que se limpa a sujeira, então, por que não jogar toda a sujeira direto na água? Inteligência chegou ali e parou: há mais de quinhentos anos que esse foi sempre o raciocínio seguido.
     Sugestões de presentes para o Natal:


Para seu inimigo, perdão.
Para um oponente, tolerância.
Para um amigo, seu coração.
Para um cliente, serviço.
Para tudo, caridade.
Para toda criança, um exemplo bom.
Para você, respeito e admiração

fonte: email do jaime

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

The Cure - close to me

video

Para o pequeno e amado João

Às vezes fico pensando,

passo horas meditando,

procurando compreender:

Certas coisas acontecem,

que tanto nos entristecem,

achamos não merecer.

Porquê uns são tão felizes;

outros tão desgraçados?

Gente que nasce perfeita,

outros já nascem aleijados?

Uns são tão inteligentes,

outros são tão retardados?

Para tudo, neste mundo,

haverá elucidação.

É só procurarmos um pouco

encontraremos a razão

dos problemas, das angústias,

da boa ou má sorte;

das verdades, das mentiras

sobre a vida, sobre a morte.

Há os que, sempre penando,

na existência envelhecem.

Outros nascem e logo partem,

aqui pouco permanecem.

Será que Deus é injusto?

Ou há outra explicação?

Se meditarmos um pouco

chegaremos a conclusão

das perguntas que fazemos,

das respostas que não temos,

da verdade que não vemos

e porque tanto sofremos.

Para tudo há justificação.

para que desesperarmos?

Tenhamos resignação.

Há filhos não desejados;

muitos são enjeitados;

este foi tão aguardado!

O pequeno amado João

trouxe tantas alegrias,

causou tanta emoção!

E partiu tão cedo um dia

deixando a casa vazia!

E porquê seria então?

Só há uma explicação:

Foi chamado junto aos anjos,

acabou sua missão!

Foi para o reino de Deus,

deixou o mundo de ilusão,

está bem melhor do que pensamos

o pequeno amado João!


Mary Flomin de Almeida

Protetora pede ajuda

VAQUINHA PRA PAGAR O HOTEL DOS CÃES NA ZOOLÓGICA - R$ 1.111.00 E AINDA ZERADA A CONTA...QUE MEDOOO!!!

Oi amigos,
 
Ai eu sei.....vcs têm vontade de me enforcar e jogar fora a cada pedido....mas....lá venho eu encarar!!
 
Como sabem tenho alguns animais na Zoo Logica em Piedade, que estão há muito encalhados por comportamentos agressivos, ou por não aceitarem outros animais ou simplesmente por serem adultos e velhos.
 
Como falei e outros e-mails tenho a intençao de tirar 1 a um...para adestrar em outro hotel e melhorar assim as chances deles ganharem um lar. Mas, enquanto isso....tenho que bancá-los lá....se Deus quiser conseguirei encerrar a rifa da Pinta Preta e ela no próximo mês já estará em outro hotel pra adestramento e maiors chances de adoção (apesar do custo mais alto é necessário para que ponha fim a este gasto em Piedade e com o melhor de tudo...com adoção pra eles)...até lá.......conto com a paciência de vcs....
 
O Boleto deles vence agora dia 30.11.11, no valor de R$ 1.111.00 (ANEXO)...daqui 5 dias e desta vez com os contratempos do Banzé e da Cacau (paraplégicos) infelizmente não fiz nenhuma arrecadação pra estes......o que muito me assusta....se não pago tenho que retirá-los imediatamente....e pra onde??????

 
Então, venho mais uma vez recorrer a vcs todos........além destes ainda tenho a Hanna e a Nina em outro hotel, mas pra ração delas e pra hospedagem de 1 consegui usar o limite do Banco......mas pra este valor dos cães que estão em Piedade não há nenhuma possibilidade, visto que não há mais limite......
 
Quem puder ajudar mais uma vez agradeço do fundo do coração....e espero MUITO MAS MUITO MESMO um dia poder ajudar os animais de alguém como vcs ajudam os meus....não precisando mais mandar este tipo de e-mail e sustentando-os sozinha.....espero passar na OAB logo!!!
 
Para ajudar:
Bradesco
Ag 0475
Cc 62009-2
 
Itau
Ag 1788
Cc 06613-0
 
CPF: 343.648.248-01
 
Obrigada de coração pela paciência de todos,

Giselle Sarbouck Pastorello

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Sessão vergonha da raça humana

Aprovada lei que permite tortura de animais no Rio Grande do Sul

Começando com o texto que dá título a esta matéria, uma mensagemestá circulando no Facebook e até agora foi compartilhada por mais de 7 mil pessoas .
O tema chamou nossa atenção, e, como já fizemos antes, resolvemos investigar. Infelizmente a lei é verdadeira, mas por que só foi lembrada agora?
Do início. O Estado do Rio Grande do Sul possui um Código Estadual de Proteção aos Animais. Vamos então dar uma olhada no Artigo 2º antes da famigerada alteração:
Art. 2º – É vedado:
I – ofender ou agredir fisicamente os animais, sujeitando-os a qualquer tipo de experiência capaz de causar sofrimento ou dano, bem como as que criem condições inaceitáveis de existência;
II – manter animais em local completamente desprovido de asseio ou que lhes impeçam a movimentação, o descanso ou os privem de ar e luminosidade;
III – obrigar animais a trabalhos exorbitantes ou que ultrapassem sua força;
IV – não dar morte rápida e indolor a todo animal cujo extermínio seja necessário para consumo;
V – exercer a venda ambulante de animais para menores desacompanhados por responsável legal;
VI – enclausurar animais com outros que os molestem ou aterrorizem;
VII – sacrificar animais com venenos ou outros métodos não preconizados pela Organização Mundial da Saúde – OMS -, nos programas de profilaxia da raiva
Tudo dentro do esperado. Eis que o Senhor Deputado Edson Portilho (PT-RS), apresentou umaProposta de Lei para alterar tal redação, inserindo ao final uma exceção. Vejamos:
Parágrafo único – Não se enquadra nessa vedação o livre exercício dos cultos e liturgias das religiões de matriz africana.
Antes de continuar, que fique claro: não temos intenção de generalizar ou responsabilizar as religiões africanas, as quais respeitamos como quaisquer outras. Ocorre porém que permitir tudo o que até então estava proibido pelo Artigo 2º, seja a quem for, é simplesmente absurdo.
Mas a proposta existiu e sim, foi aprovada. É de se notar que segundo o site oficial do RS, o governador Germano Rigotto fez alterações no texto para amenizá-lo, dando a seguinte redação final:
Para o exercício de cultos religiosos cuja liturgia provém de religiões de matriz africana, somente poderão ser utilizados animais destinados à alimentação humana, sem a utilização de recursos de crueldade para sua morte.
Estranhamente este não é o texto exibido no Código disponibilizado pelo site oficial do estado, mas sim o originalmente proposto pelo Deputado Edson Portilho – veja.
Apesar de não termos confirmação da informação, registramos ainda o relato da ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais) que afirma ter sido de forma bastante estranha a aprovação da citada lei: “O parlamentar, sabendo que os protetores dos animais se manifestariam, fez a seguinte trama: marcou a apresentação para votação da lei num dia de julho, mas fez um chamado urgente e marcou a reunião às pressas, mais cedo. Os únicos avisados foram os demais deputados. Ou seja: não havia defesa.”

De toda forma, nos intrigou a demora para que a população se manifestasse. Ao contrário do que se pode pensar, certamente em virtude de nenhuma data ter sido citada pela mensagem que circula no Facebook, nem aqui até o momento, a Lei não foi aprovada neste mês de Julho, nem no anterior, nem no… A Proposta de Lei é de 2003, e sua aprovação aconteceu no ano seguinte, levando então o número 12.131/04 - lá se vão 7 anos.
Atrasados ou não, a Lei está em vigor e os gaúchos podem se insurgir contra ela, diretamente ou através de entidades, sejam ou não governamentais. Lembrar bem o nome do deputado nas próximas eleições também é altamente recomendado.

fonte: eco4planet

Olha só que legal...

Um quarto só para gatos


Quem tem um gato em casa sabe o quanto eles adoram escalar móveis quando estão bem acordados ou ficar em tocas bem escondidinhos nas sonecas diárias. Já existem milhares de opções – fora do Brasil, é claro, porque aqui os produtos para felinos ainda são poucos.

Uma empresa chamada Catswall desenvolveu uma parede genial com módulos variados para os momentos de diversão e de descanso dos gatinhos. O projeto é composto por caixas, prateleiras e escadinhas, tudo com um design superbacana e cantos arredondados para proteção dos bichanos. Além disso, algumas peças são forradas com tapete do jeitinho que o felino gosta.
fonte: anda

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Protetora solicita ajuda


Por favor me ajudem a divulgar estas bebês.
No domingo pela manhã,  quando minha amiga Maria soube delas e foi vê-las na praça,  eram cinco bebezinhas.
Maria foi até sua casa pegar  ração  e quando voltou pra lá,  já tinham levado duas.
Quando ela me avisou e fomos busca-las, tinham levado mais uma .
Conclusão :- São mais tres cadelas que  estarão por aí dando cria, infelizmente!
Estas duas estão em uma casa de apoio, em observação, sendo tratadas de diarréia e anemia.
Estão comendo uma ração mais nutritiva ( e cara kkkkk). Só serão vacinadas depois que passar o periodo critico.
Serão colocadas para adoção e entregues castradas.
De acordo com a veterinaria que está cuidando delas, serão porte medio/grande.

Contato
beth piai 011-9982 1510
Gêneses

Eis na Bíblia, está escrito:

O homem é a imagem de Deus.

Eu contesto, digo e grito:

Não é assim aos olhos meus!


Pra mim é leviandade,

descabida afirmação

um ser tão vil e covarde

comparar-se à perfeição!


Mas caso o demônio exista

com este sim é parecido!

Salta aos olhos, dá na vista,

Que é cruel, prostituído.



Banca ser religioso,

frequenta igrejas e templos;

é cínico e mentiroso

São nojentos seus exemplos!…


Chama ao próximo de irmão;

mas quando há necessidade,

recusa-lhe a esmola e o pão

por egoísmo e maldade!


Vivendo em constantes festas,

pensando em luxo e orgia,

contratam os ricos orquestras

fingindo sentir alegria…


Em farras e comilanças

pretendem a moda ditar.

Empaturram suas panças

degustando caviar…


Sexo é mera safadeza

sem poesia e beleza,

violentando a natureza

gerando angústia e tristeza…


Sorridentes nos jornais

mal falando o português,

nas colunas sociais

vão “gastando” algum inglês…


Residindo em palácios,

não enxergam a miséria…

Pros ridículos palhaços

só o que vale é a matéria…


Fazem da vida titica;

Quando morrem, nada fica!…


Mary Flomin de Almeida