Quem sou eu

sábado, 8 de fevereiro de 2014


Olha

Olha o cavalo criança brincando com a bola que ganhou. Olha o bezerro menino correndo no pasto sem nada a temer. Olha a ave marota, roubando o pedaço de pão da mesa da vovó, que observou tudo com um sorriso simples no rosto. Olha os peixes fazendo zigue-zague na água sem nunca dar um de cara com o outro. Olha os golfinhos saltando com pirueta, bem distante da rede do homem pescador. Olha o urso polar feliz porque sua casa ainda está lá e lá estará mesmo quando ele não estiver mais. Olha a mamãe porca dando de mamar na grama, sem homem por perto, sem baia apertada, sem motivo para ficar triste nem doente. Olha o macaco na árvore e não no laboratório de cigarro. Olha o leão, como ruge alto quando está em casa. Olha a natureza, como é bela. Sente o cheiro dela, das flores que ela dá, das folhas caídas formando montinhos por onde desliza a dona cobra sem se preocupar com nada. Olha a água caindo como benção do céu, onde mora Deus, onde vivem os anjos e também as almas dos animais. Olha a nuvem mostrando uma coisa diferente da que eu vi 5 minutos atrás. Olha você e as belezas que guarda, às vezes com vergonha de mostrar para os outros. Olha como tem natureza em você. Olha.

Cronicato- Rogério Rothje

obs: a bicharrada acima são membros da família

Nenhum comentário:

Postar um comentário