Quem sou eu

domingo, 30 de março de 2014

Olha só que tri...

comentário do altecir: eu acho esta foto muito legal, quando eu tô dormindo assim o meu pequeno vem e dorme assim também, muito legal..
eu fico pensando, como muitas pessoas não gostam dos outros animais, não tem como não gostar e admirar outras espécies de animais,né

Não seja um criminoso,não mate, seja vegano


Matar pessoas é crime! 
Não dar assistência é crime! deixar passar fome, frio, sede é crime! 
Abandonar idosos e crianças é crime! 
Comer pessoas é crime!Matar animais é crime! 
Não dar assistência é crime! deixar passar fome, frio, sede é crime! 
Abandonar animais é crime!
Comer animais é crime!
O crime é o mesmo, só mudam as vítimas. 

sábado, 29 de março de 2014

Walter Franco - Revolver



Revolver
Walter Franco

Lembrar de esquecer
Esquecer de lembrar
Cansar de dormir
Dormir descansar
Sorrir de doer
Doer de sangrar
Sangrar de morrer
Morrer de lembrar
Lembrar de esquecer
Esquecer de lembrar
Cansar de dormir
Dormir descansar

quinta-feira, 27 de março de 2014

Respeito, é somente o que todos animais necessitam, inclusive você...

A vida é uma farsa, com isso uma festa, para os ignorantes. A grande festa é regada a sangue inocente, É JUSTO? As religiões pregam o amor, em contra partida, fazem feijoada com orelha de porco, para comemorar filantropia? Nossa o conceito de amor, está tão defasado e tão farsante, que chega dar nojo. Como todos sabem, o problema é que ninguém sabe, ou melhor uma maioria, que são manipulados a ferro quente e conduzidos como gados, insensíveis, nulos e mortos... comam, aquilo que te mata do único predador da humanidade o câncer. Finalizando... o grande propósito do sistema , não é o bem estar da humanidade, e sim de quem acumula capital e joga farelos aos famintos ( a humanidade de pessoas comuns). 

Jota Caballero

respeite os animais, todos os animais, começando por você


quarta-feira, 19 de março de 2014

Dia mundial sem carne

faça este dia tornar-se todo dia, seja vegetariano


Intervenção VEDDAS em peça teatral que utilizava cavalo em cena

SÊ PURO


Os animais não sabem por que fazemos isso com eles. Porque os animais não julgam ninguém. Não julgam a si mesmos, muito menos aos humanos. Os animais são inocentes no mais profundo sentido da palavra. Os animais são anjos, colocados aqui para tornar o mundo mais belo, mais rico, mais puro e mais vivo. Por favor, não os maltrate. Não lance sobre eles suas frustrações, seus conceitos arcaicos de cadeia alimentar, suas ideias sobre supremacia entre espécies. Animais estão aqui por suas próprias razões e não mais para servir-nos. Já galgamos degraus suficientes na escala tecnológica e moral para compreender isso. Não qualifique os animais por quaisquer habilidades. Não os compare uns com os outros. E, especialmente, não abuse de seu livre-arbítrio, que concede a você a oportunidade de fazer o que bem entender, colhendo à frente as flores ou os espinhos, fruto de suas escolhas.
fonte: Cronicato - Rogerio Rothje

segunda-feira, 10 de março de 2014


olha só...

Grupos de ambientalistas tricotam minissuéteres para pinguins



Grupos de ambientalistas da Austrália, Tasmânia e Nova Zelândia, estão mobilizando voluntários de todo o mundo para tricotarem minissuéteres que aquecerão pinguins que foram vítimas de vazamentos de petróleo. A ação Penguin Jumper Program (Programa de Suéteres para Pinguins, em tradução livre), capitaneada pela australiana Penguin Foundation, teve início em 2001 quando um grande vazamento de petróleo afetou pinguins azuis, prejudicando a capacidade de isolamento térmico de suas penas. Desde então, as organizações da região fazem até concursos para escolher o melhor minissuéter para pinguins. Para facilitar o trabalho dos voluntários, o Programa fornece um modelo para tricotar os minissuéteres, com as medidas e formas certas para as aves. Grande parte dos agasalhos enviados são distribuídos para outras associações ecológicas e as peças que sobram ou aquelas que não servem são vendidas para arrecadar fundos. 
fonte: info

domingo, 9 de março de 2014



Quando se é capaz de lutar por animais, 
também se é capaz de lutar por crianças ou
idosos. Não há bons ou maus combates,
existe somente o horror ao sofrimento
aplicado aos mais fracos, que não podem 
se defender.

Brigitte Bardot

sábado, 8 de março de 2014

olha só que legal...

Atleta paralímpico adota cadela de duas patas que usa cadeira de rodas

Apaixonado por histórias de lealdade entre homens e seus cães, um atleta paralímpico de Brasília tomou uma decisão despretensiosa, mas digna de roteiro de cinema: adotou uma cadela SRD que, depois de ser atropelada e abandonada, perdeu as duas patas traseiras. Vicky passou por tratamento, ganhou uma cadeira de rodas e há sete meses virou o xodó da casa de Marcondis Nascimento, de 39 anos, no Lago Norte.

O atleta soube da cadela por uma amiga que atua na ONG Projeto Adoção São Francisco, onde Vicky foi acolhida. Ela chegou a passar por um lar temporário, mas a responsável pediu ajuda para cuidar do animal, que apresentava muitas limitações.

“Fiquei muito irritado ao saber que ela foi abandonada nessa condição. É difícil entender o que se passa na cabeça de uma pessoa, mas não acreditei. Sou meio indiferente a emoção de filme, mas sempre que assisto ‘Marley e eu’ ou ‘Sempre ao seu lado’ eu choro de verdade, porque o que envolve animal me machuca, me dói demais”, disse.

Para recebê-la em casa, Nascimento construiu um canil exclusivo e colocou tatame no chão. Além disso, pediu a ajuda da mãe para monitorá-la. A residência tem outros cinco cães, além de dois gatos.

“Ela não consegue controlar o xixi e o cocô, então sempre tem que ter alguém limpando. Fora isso, tudo bem. Ela dá bem menos trabalho do que eu esperava. Eu tinha medo pela piscina, até de os outros saírem desembestados e a derrubarem sem querer, mas ela nem chega perto”, explica o atleta. “A gente só tem que ficar de olho porque ela quer correr o tempo inteiro, aí acaba batendo nas coisas e se arranhando.”

De acordo com Nascimento, Vicky é a mais arisca entre os animais e sempre chega primeiro ao portão quando tem visita. Pouco brincalhona, mas companheira, ela adora rolar no chão, rasgar o que encontra pela frente e comer abacates e mangas que caem do pomar da casa.

“Ela cuida da casa melhor do que ninguém. Esses dias um rapaz veio fazer um serviço para a gente e estava com medo de outro cão, que nem ligou para ele. Quem mordeu foi a aleijada”, ri. “Ela é brava com os outros. Morava na rua, então quer sempre comer logo, não deixa ninguém encostar no pote dela. E às vezes, quando você chega perto, ela reage como se tivesse medo, como se achasse que você quer bater.”

O atleta, que ficou paraplégico após levar um tiro nas costas aos 18 anos, durante uma briga entre famílias em Pernambuco, garante que não se comove pelo fato de Vicky também ser deficiente. Ele pratica tiro com arco e atualmente se prepara para uma competição nacional que ocorre em abril.

“Ela é nosso xodó, a gente tem que ter uma atenção maior, claro. E eu quero cuidar, quero ver como é isso de conviver com limitação, até porque tenho boa sensibilidade e sei me virar bem. Mas eu amo todos os meus bichos, quero o mesmo bem a todos, independentemente de ter algo ou não”, afirma Nascimento.
Responsável pelo amparo a Vicky na ONG, a protetora de animais Ana Lúcia Vieira afirma que alguns cuidados são importantes para quem vai se responsabilizar por um bicho, como comprar ração de boa qualidade e levá-lo periodicamente ao veterinário. Além disso, é importante ter carinho e paciência na fase de adaptação à família.

Já quando o animal tem alguma deficiência, é necessário observar outras coisas. “Tem que ter acessibilidade, uma casa em que seja possível circular de cadeirinha ou, mesmo quando não estiver usando, andar com segurança”, destaca.
fonte: anda

quinta-feira, 6 de março de 2014

o final dos tempos

casal namorando na praia de ipanema, rio de janeiro, em meio ao lixo produzido pela espécie animal '"pensante e inteligente" chamada de seres humanos.

clique em cima para ampliar

comentário do altecir: o que dá uma tristeza na gente, é o pouco caso que este "lindo casal"está fazendo da situação em que eles estão inseridos. Eles estão namorando no meio do lixo, misericórdia, as pessoas  parecem que perderam totalmento o senso da vergonha e da indignação com a paisagem linda que os circundam. E ainda chamam os porcos de porcos, que Deus tenha piedade de nós. 

domingo, 2 de março de 2014

Fughetti Luz - Nosso Lado Animal

nesses tempos obscuros, cavernosos e sombrios recheados de pagode, axé e sertanojo, o bom e velho rock.



sábado, 1 de março de 2014


Voltei

Depois de um jejum imenso por aqui, voltei. Assim como Roberto Carlos voltou a comer carne. Assim como a Friboi voltou a ter a sua marca associada a um personagem que, como ela, nos causa asco.

Voltei, assim como a Rede Globo insiste todos os anos em nos fazer engolir um rei, tão ultrapassada como a monarquia e tão démodé quanto chapéu no casamento da rainha.

Voltei, assim como o sorriso amarelo do Roberto voltou com a luz azulada de um comercial bobinho, que parece sem diretor e sem roteirista.

Voltei, assim como aquela sensação de “estou mesmo vendo isso?”, em horário nobre da telinha.

Voltei, assim como a desculpa do médico que manda voltar a comer carne voltou a ser lida nas revistas e assim como o dinheiro voltou a comprar artistas.

Mas eu voltei. Por que é a ANDA? Com certeza!


Faltou Falar - Paula Schuwenck