Quem sou eu

sábado, 26 de abril de 2014

venha para o lado do bem, respeite todos os animais


O final dos tempos parece que está chegando...


Com tubo inserido no aparelho digestivo de animais, cientistas querem armazenar gás metano para gerar energia



Cientistas do Instituto Nacional da Argentina de Tecnologia Agropecuária (INTA) estão testando uma nova forma de gerar energia. Enquanto o Brasil tem 205 milhões de bovinos criados para o abate, a Argentina tem 55 milhões e quer explorar ainda mais estes animais.
Com uma espécie de mochila nas costas e um tubo que atravessa a pele e é inserido no aparelho digestivo do animal pela lateral da barriga, os pesquisadores já conseguem coletar o gás metano gerado pela digestão dos bois e vacas. Após um tratamento, o gás vira energia para mover carros, gerar eletricidade e tem outras utilidades.
Como a pecuária é responsável por mais emissões de gases do efeito estufa do que todo o setor de transportes somado, os pesquisadores atribuem a este experimento uma possível solução para a dependência mundial de combustíveis fósseis. Seria, portanto, uma solução ecológica e sustentável.
A suposta necessidade de explorar os animais parece não ter limites. É importante refletirmos sobre se é ético abrir um buraco em uma vaca, enfiar um cano em seu estômago e deixá-la para viver assim até que seja assassinada para consumo de sua carne.
Na mesma semana em que os cientistas argentinos publicaram esta experiência com os bovinos para gerar energia, uma empresa de Oregon, nos Estados Unidos, está sendo acusada de incinerar fetos humanos para gerar energia (veja aqui). A empresa em questão é responsável por queimar lixo para gerar energia e teria incenerado bebês mortos em meio a resíduos hospitalares para gerar eletricidade.
No caso da empresa norte-americana, há um escândalo estabelecido porque a sociedade simplesmente rejeita a ideia de carbonizar pessoas para gerar energia, embora isso pudesse evitar a construção de cemitérios e ajudar o meio ambiente . Já a pesquisa argentina, vem sendo elogiada como uma solução ecológica, já que são poucas as pessoas que levam em consideração o olhar, a dor e a vida das vacas.
fonte: vista-se

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Raimundo Fagner - Pavor dos Paraísos



Pavor Dos Paraísos
Fagner

O novo no meu sorriso
É antigo em minha dor
O amargo feito amigo
Sem o brilho do rancor

O sacrifício do riso
Ao frescor dos dentifrícios
É antigo em meu inferno
O pavor dos paraísos

Nada nos interessa
Nada do que preciso
Posso encontrar entre os dentes
Do provisório sorriso

Nada nos interessa
Nada do que preciso
Posso encontrar entre os dentes
Do provisório sorriso

O novo no meu sorriso
É antigo em minha dor
O amargo feito amigo
Sem o brilho do rancor

O sacrifício do riso
Ao frescor dos dentifrícios
É antigo em meu inferno
O pavor dos paraísos

Nada nos interessa ...

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Não mate nesta páscoa, o menino Jesus tá de olho...




























No Domingo de ramos começa a semana santa. 
Até o próximo Domingo, o assim chamado "Domingo de páscoa", que é o dia mais importante para a fé cristã, pois Jesus vence a morte para mostrar o valor da vida.
Mas é tudo só mitologia, e agora se resume a comércio.
Vamos matar milhares de animais, como quase todos os dias. Só que como é uma data especial a desculpa não será só a gula. 
Vamos matar milhares de animais para celebrar a paz e o valor da vida
fonte: CIA

terça-feira, 15 de abril de 2014

domingo, 13 de abril de 2014

Bois, meninos e mulheres


As mulheres, segundo pesquisa induzida feita pelo IPEA, são punidas com o estupro por “usarem pouca roupa”.

Os meninos, segundo afirmou uma autoridade da Igreja Católica, são responsáveis pelo estupro sofrido, porque “seduzem” os padres pedófilos.

Os bois, usados em Santa Catarina para a farra-de-homens-mal-acostumados, são punidos de morte quando tirados das mãos dos facínoras e levados pela polícia para o matadouro. Aqui ninguém consegue inventar uma razão para que eles sejam punidos com a violência da morte. Todo mundo aceita isso sem mais nem menos. Boi pego das mãos dos farristas tem que ser abatido, e pronto!

Pois bem, ou, melhor dizendo, pois mal, os bois são mandados para a morte por terem participado, na condição absoluta de vítimas e não de autores, da farra inventada pelos humanos que acham divertido correr atrás deles, arrancar-lhes a cauda, atormentá-los por horas e dias, forçá-los a entrarem dentro das casas e até mesmo a se atirarem ao mar pelos precipícios, onde, infelizmente, os humanos que os perseguem não acabam caindo junto. Infelizmente.

Questão de ética - Sonia T Felipe

sábado, 12 de abril de 2014

E o especismo prevalece, principalmente entre as pessoas que dizem lutar contra o racismo, machismo, homofobia. Triste!
Será que as pessoas não entendem que enquanto vaca, cadela, galinha, macaco, piranha, veado, burro, anta, etc. forem considerados xingamentos nós não iremos derrubar preconceito algum?
Que um dia a gente consiga entender que ser comparado a um animal não é ofensa alguma!
Comece por você a mudança!

Taís Duranti Pereira

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Olha só que tri...

Presidente do Uruguai degusta almoço vegano acompanhado de ONG



No último dia 25 de Março, o presidente do Uruguai, José Mujica, acompanhado pelo Ministro do Desenvolvimento Social, Daniel Olesker, receberam na residência de Suárez os representantes da ONG Food For Life, e degustaram juntos um menu vegano. As informações são do El Pais.

O chef Paul Rodney Turner, diretor da ONG vegana Food For Life, chegou a residência de Suárez acompanhado de sua assistente, Juliana Castañeda, para cozinhar um almoço vegetariano ao Presidente Mujica e também para falar sobre o seu projeto.

Turner e sua equipe, agraciaram o presidente com tomates grelhados, curry de abóbora, sopa de lentilhas, arroz com um toque de limão, pães indianos, samosas com chutney de manga, salada de abacate, smoothie de manga, creme de coco e, para finalizar, sorvete de chocolate com menta. Mujica comeu de tudo um pouco, mas ficou especialmente surpreso com o sabor da sopa de lentilhas e do smoothie de manga, do qual ele bebeu cinco copos.

fonte: anda

segunda-feira, 7 de abril de 2014

O exemplo da “Samaritana”: Homenagem a todos os “Protetores de Animais”

Quanto se critica a atitude dos defensores dos animais. Quantos os acham “pessoas desocupadas”, “mal amadas” e mesmo “loucas” que deveriam estar cuidando de coisas mais importantes. Resumindo: “deveriam estar ajudando pessoas em vez dos animais”. Mas que grotesco engano…

Não é muito diferente que aquele que diz sobre os voluntários que ajudam os necessitados; “em vez de se preocupar com sua família, fica ajudando esses desocupados”, “deviam estar preocupados com seus filhos”, e assim fazem perniciosos comentários.

Quem é capaz de dizer que por “não ajudar o próximo” cuida melhor de sua família. Quantos desamparam seus familiares e nem por isso estão usando seu tempo na caridade, mas o usam em bebedeiras e farras. O mesmo se dá sobre os “protetores de animais”. Quem pode dizer que se eles não gastassem seu tempo com os animais seriam mais caridosos com os humanos. Quantos não se preocupam com os animais e nem por isso se preocupam em fazer caridade a seus semelhantes de espécie. Hipócritas que preferem perder seu tempo na frente da televisão a dar atenção aos próprios filhos, aos parentes necessitados, ou ao vizinho faminto. Toda forma de caridade é uma maneira de melhorar ao mundo em que vivemos.

“ O verdadeiro homem de bem …… Encontra usa satisfação nos benefícios que distribui, nos serviços que presta, nas venturas que promove, nas lágrimas que faz secar, nas consolações que leva aos aflitos. Seu primeiro impulso é o de pensar nos outros., antes que em si mesmo, de tratar dos interesses dos outros, antes que dos seus. O egoísta, ao contrário, calcula os proveitos e as perdas de cada ação generosa. É bom, humano e benevolente para com todos (Os seres), sem distinção de raças nem de crenças, (Nem de espécie) porque vê todos os (Seres) homens como irmãos.” - O Evangelho Segundo o Espiritismo por ALLAN KARDEC – tradução de José Herculano Pires – Entre parênteses minhas colocações.

Conto a historia de uma protetora, que muito me emocionou e serve de exemplo a todos nós. Um exemplo de caridade e bondade, que demonstra como o preconceito e o despeito de comentários especicistas são inválidos e descabidos.

Essa amiga querida, defende todos os animais, mas principalmente os cães, bois, cavalos e gatos. Passa a maior parte de seu tempo procurando maneiras de ajudar esses seres que não podem falar e argumentar em seu próprio beneficio. A melhor maneira de defende-los é usando a verdade, o esclarecimento e divulgação da pura realidade, que por si só já é triste o suficiente para causar indignação e mudanças de atitude.

Hoje não é sobre seu papel de protetora que iremos falar, mas sim seu papel de trabalhadora do Cristo, a verdadeira “Samaritana”.

Essa moça que a pouco passou da casa dos 30 anos, ia sozinha à feira e foi abordada por maltrapilha figura. Por si só essa situação causaria mal estar e medo a qualquer, um inclusive a um homem “grande” como eu. Mas essa linda moça além de vencer seu medo fez um ato de caridade dos mais incomuns e difíceis de se fazer hoje em dia; teve a paciência de ouvir seu semelhante.

A paciência em si já seria um ato de bondade meritório, pois quantos de nós conseguimos ouvir sobre as necessidades daqueles que nos são próximos, quanto mais de desconhecidos…

O pobre senhor pedia fraudas a sua neta que nascera prematura e estava no hospital. Nessa hora ela tomou a segunda atitude caridosa, acreditou no homem. Quantos de nós conseguem acreditar e mais que isso não prejulgar aqueles que nos cercam. Vencer o preconceito que vai se formando em nossas mentes por tantas vezes vermos atos e gestos de corrupção e bandidismo. Dar credito e confiar em seu semelhante, mais um gesto meritório de caridade.

Emocionada com o pedido do senhor, foi ao mercado para que ele escolhesse a fralda que necessitava. Terceiro ato de caridade; não impor sua opinião simplesmente por que estava ajudando. Deixou que ele escolhesse a melhor maneira de ser ajudado, não quis ajudar de seu jeito impondo sua autoridade financeira, ou ajudando de qualquer maneira.

Esperou uma fila longa para pagar a fralda, coisa que a maioria de nós não faz nem para comprar aquilo que nós mesmo necessitamos….quanto mais para fazer caridade. Mas para ter certeza que seu ato não seria corrompido, que se desse apenas o dinheiro esse se transformasse em bebida ou drogas, esperou na fila e presenteou o senhor com as fraldas.

Finalmente se informou sobre o estado da neta e se dispôs a ir visita-la, mas mais que isso, buscou auxilio de uma advogada amiga e garantiu que não lhe faltasse mais a fralda necessária.

Quantos de nós podem falar que agiram de maneira tão desprendida e caridosa, mesmo com nossos familiares e amigos… Poucos, eu mesmo não me destaco nesse grupo. Quando vejo alguém pedindo, não tenho paciência de ouvir e mesmo quando vou comprar algo que estou precisando e vejo uma fila muito longa, largo e deixo para comprar depois.

Assim não foi um padre, um pastor, um politico, ou um dirigente espirita que foi o semelhante daquele avô necessitado. Seu semelhante foi uma humilde defensora dos animais, que não vê só nos animais seu semelhante, mas em todos os seres vivos.

“Quando nós considerarmos os animais como irmãos, significa que nós consideramos a nós mesmos como irmãos, e já não haverá mais guerras, ninguém vai matar mais ninguém, não vai existir mais assaltos, não vai existir mais nenhum tipo de crime e significa que nós vamos estar preparados para entrar em um mundo de regeneração” – Dr.Marcel Benedeti.


Planeta Animal - Ricardo Luiz Capuano

sexta-feira, 4 de abril de 2014

sessão hipocrisia humana...





























comentário do altecir: é muito cara de pau um abrigo com o nome de abrigo de animais säo francisco de assis, matar galinhas para alimentar cäes, é o fim da picada, o nome da  janta se chama  galinhada beneficente, misericórdia, onde vamos parar,eu penso que estes pseudos protetores devem ter comunicado às galinhas esta comemoração, é muita hipocrisia, tá mais do que na hora das pessoas tomarem uma posição nas suas vidas, vamos parar com a matança e se alinhar prá turma do bem ou ficar no lado escuro da vida e continuar com a crueldade,mas sejamos sinceros, os animais não merecem isto.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

sessão coragem...

Balanço do Fim do Mundo
Na cidade de Baños, localizada na província oriental de Tungurahua, no Equador, há uma casa na árvore com o “balanço mais perigoso do mundo”. Com apenas um banco de madeira preso por duas cordas ligadas a uma haste e um simples cinto de segurança, o balanço ‘único’ desperta a curiosidade e o interesse de turistas que tem paixão por adrenalina. 
Para quem não possui acrofobia (fobia a lugares altos), o desafio é se balançar sobre o precipício há nada mais, nada menos que 2.600 metros de altura. A vista de cima do penhasco é paradisíaca e dá para admirar as belas paisagens das montanhas e vales da região. O balanço também tem uma visão privilegiada do vulcão ativo Tungurahua, conhecido como o “Gigante Negro”.

fonte: uol