Quem sou eu

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Não separe os filhos das mães, seja vegano


... é assim: eu tenho duas filhas que são veterinárias. Uma delas, depois que se formou, trabalhou dois anos em uma das maiores fazendas produtoras de leite do interior do estado de São Paulo. No fim, ela deixou (desistiu), ela falou: ‘mãe, eu não aguento mais!’. Porque é assim: uma vaca que já deu cria uma vez e veio aquele tratorzinho com a carreta, pegar o bezerro e levar para o bezerreiro, separá-la do seu filhinho, a segunda vez que ela vai ter a cria ela já escuta o barulho do tratorzinho vindo para pegar o seu bezerro, ela começa a berrar. O bezerro berra de um lado e ela berra do outro. Você imagina o nível de sofrimento que isso causa na criatura.
fonte: vista-se (entrevista da prof. Irvênia Prada, USP.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário