Quem sou eu

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Não destrua a família dos outros

Sua família é importante? 
A deles também!
TODAS as famílias são sagradas.
Consumir produtos animais destrói famílias e despedaça corações.
fonte: Os veganistas

terça-feira, 21 de abril de 2015

OLHA SÓ QUE TRI...

Veterana de guerra, americana deixa exército e vai pra África defender animais selvagens

Participar da guerra do Afeganistão parece ter sido fichinha pra Kinessa Johnson. Após o combate, a moça norte-americana decidiu seguir um rumo um tanto quanto inusitado. Ela largou o exército para se dedicar a luta das causas animais lá na África. Logo depois assinar sua baixa nas forças armadas, a loira tatuada se mudou para uma reserva ambiental na Tanzânia, onde passou a integrar a Veterans Empowered to Protect African Wildlife, uma organização sem fins lucrativos dedicada a treinar guardas em localizar e deter caçadores ilegais.

“Nossa intenção não é ferir ninguém, estamos aqui para treinar os guardas a prevenir e impedir a caça ilegal de animais. Na maior parte do tempo, qualquer pessoa numa reserva com uma arma é considerada um perigo e pode ser atingida se um deles se sentir ameaçados”, disse ela, que também é instrutora de tiro, ao Elite Daily.


fonte: uol

segunda-feira, 13 de abril de 2015

OLHA SÓ QUE LEGAL...

Novo RU da Ufrgs abre com cardápio vegetariano

O Restaurante Universitário (RU) 6 da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). no Campus do Vale, no bairro Agronomia, abriu nesta segunda-feira com a opção de comida vegetariana. O novo restaurante, com um investimento de R$ 6,5 milhões, tem capacidade para servir cerca de 2,6 mil refeições por dia.

A nutricionista Gilvane Santos, que atua no Campus do Vale, disse que a iniciativa de oferecer a opção vegetariana surgiu dos pedidos dos alunos. “Observamos que os estudantes que não comiam carne sempre pediam uma alternativa aos cardápios tradicionais nos outros restaurantes da universidade”, explicou.

Nesta segunda foi servido um ensopado de proteína de soja com cenoura, para os vegetarianos. Nesta terça, os adeptos da comida sem carne terão uma refeição com beringelas ao molho e bolinhos de arroz. “É um RU com conceito natureba” brincou. Conforme a nutricionista, as duas opções serão servidas em dois horários: das 11h às 13h30min e na janta das 17h30min às 19h, de segunda a sexta-feira. 
fonte:Correio do Povo
comentário do altecir: pena que no meu tempo de UFRGS não tinha essas "mordomias", que  bonito ver como o vegetarianismo/veganismo está crescendo, principalmente entre a gurizada, muito tri.

sábado, 11 de abril de 2015

e aí, vão encarar??????????


Esse é um queijo feito com leite humano.
Quem o comeria na pizza ou na lasanha?
Por que o queijo feito com o leite de uma MULHER causa nojo, e o queijo feito com o leite de uma VACA não?

Cristina Cristipink

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Sessão: De volta para o futuro,parte 1

7 cidades pelo mundo que estão se tornando livres de carros
1. Madri, Espanha
Madri já proibiu o uso de carros em algumas regiões e pretende aumentar essas áreas. Quem trafegar de carro em áreas proibidas pagará uma multa de U$ 100. A cidade pretende deixar o centro de Madri completamente sem carros nos próximos 5 anos. As ruas serão redesenhadas para caminhar e não para dirigir. Além disso, os carros mais poluentes pagam um valor mais alto para estacionarem nas ruas.
 2. Paris, França
No ano passado, quando os níveis de poluição atmosférica estavam muito elevados em Paris, a cidade proibiu o uso de carros com placas pares por um período. A poluição diminuiu em até 30%em algumas regiões. Desta forma, a cidade pretende desencorajar o uso de automóveis nos próximos anos. No centro da cidade, pessoas que não moram na região central, não poderão utilizar automóveis nos finais de semana e, em breve,  também não poderão utilizar os carros durante toda a semana. Em 2020, o prefeito planeja dobrar o número de ciclovias e proibir carros a diesel. O número de condutores na cidade já está começando a cair. Em 2001, 40% dos parisienses não possuíam carros, hoje 60% não possuem carro próprio.

3. Chengdu, China
Uma nova cidade satélite planejada no sudoeste da China poderia servir como um modelo para locais modernos. As ruas foram projetadas para que as pessoas consigam chegar a qualquer local da cidade em apenas 15 minutos a pé.  A maioria das pessoas poderá ir caminhando ao trabalho nos bairros locais. Os arquitetos Adrian Smith e Gordon Gill realizaram o projeto, que em breve será implementado.

4.Hamburgo, Alemanha
A cidade não planeja proibir totalmente o uso dos carros. Ao invés disso, está tornando mais fácil ficar sem dirigir. Um nova rede verde“, que será concluída entre 15 a 20 anos, irá conectar parques ao redor da cidade, desde jardins comunitários, reservas ou playgrounds até cemitérios. A rede cobrirá 40% da área total de Hamburgo, que será totalmente interligada por meio deciclovias e vias para pedestres.

5. Milão, Itália
A cidade de Milão está testando uma nova forma de diminuir o uso de automóveis nos centros da cidade. Quem deixar o automóvel em casa, ganhará um “vale” com o mesmo valor de um bilhete de ônibus ou trem. Para evitar fraudes, é necessário instalar uma caixa conectada à internet no carro para o controle e localização do automóvel.

6. Copenhagen, Dinamarca
Anos atrás, a cidade tinha um tráfego caótico. Para mudar este cenário, os dinamarqueses aderiram ao uso de bicicletas, para se locomoverem e irem ao trabalho. Na década de 1960, a cidade começou a implantar zonas para pedestres e os espaços para carros foram diminuindo ao longo dos anos. Atualmente, a cidade tem mais de 200 quilômetros de ciclovias, com novas auto-estradas de bicicleta em desenvolvimento, para chegar a seus arredores. A cidade tem uma das taxas mais baixas de propriedade de automóveis na Europa.

 7. Helsinki, Finlândia
Em um novo plano, a cidade apresenta um projeto que busca fazer com que seus cidadãos não tenham mais motivos para utilizar carros. O objetivo é mudar a forma como as pessoas se locomovem dentro da cidade e integrar vários tipos de transportes públicos. Um novo aplicativo, ainda em testes, permitirá que os cidadãos acessem instantaneamente uma bicicleta, carro, táxi compartilhado e  encontrem ônibus ou trem mais próximos.

fonte: terra

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Olha só que tri

Brasileira cria sensor que descobre câncer antes dos sintomas e sem biópsia
Detectar um câncer antes mesmo de qualquer sintoma surgir, sem biópsia ou procedimentos invasivos, pode ajudar muito no tratamento da doença. Agora, os primeiros passos em direção a essa novidade foram dados por uma brasileira, a cientista brasiliense Priscila Monteiro Kosaka, 35 anos, doutora em Química e integrante do Instituto de Microeletrônica de Madri.
Kosaka criou um sensor ultrassensível que descobre a doença a partir de um exame de sangue, usando uma técnica chamada de bioreconhecimento, que também poderá ser usada no diagnóstico de hepatite e Alzheimer.
Segundo ela, o sensor é inovador porque consegue detectar uma amostra muito pequena em meio a milhares de células, coisa que nenhum outro biomarcador conseguia até então.
Funciona como um mini trampolim, com anticorpos na superfície, que quando "captam" a presença do câncer na amostra de sangue reagem e se tornam mais pesados. O dispositivo faz com que haja uma mudança de cor das partículas. "A superfície do trampolim muda de cor e brilha muito, como se fosse uma árvore de Natal", explica. 
O dispositivo possui uma taxa de erro de dois a cada 10 mil casos.

Fase de testes

Kosaka ressalta que a descoberta está sendo testada há quatro anos, mas ainda falta o teste com amostras de doentes e com biomarcadores de última geração. E antes de chegar ao mercado, é preciso baixar o seu custo. A previsão é de que isso só acontece dentro de dez anos.
Mas a ideia é que o dispositivo tenha um custo acessível e seja utilizado por meio de exames de rotina, dispensando assim o procedimento da biópsia. 
De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil tem 576 mil casos de câncer por ano. O câncer de pele do tipo não melanoma (182 mil casos novos) é o mais incidente na população brasileira, seguido pelos tumores de próstata (69 mil), mama feminina (57 mil), cólon e reto (33 mil), pulmão (27 mil), estômago (20 mil) e colo do útero (15 mil).
fonte: uol

quarta-feira, 1 de abril de 2015

NÃO FINANCIE A MORTE, SEJA VEGANO

Em qual mundo você quer viver? Não tem como dissociar a vida humana da vida não humana.Se você financia a exploração animal, financia igualmente a exploração humana.Enquanto você enxergar os animais como produtos, você será um produto para o sistema.
Enquanto houver matadouros, também haverá campos de batalha.
Leon Tolstoi