Quem sou eu

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015



Talvez você não preste atenção, mas ...eles sofrem

O grau da maldade humana é tão elevada, que não enxergamos o mal que produzimos, essa, é banalizada.
Não conseguimos ver a dor e sofrimento que causamos a bilhões de animais, disse: "bilhões"! Onde estamos, onde estão nossas consciências? Se é que temos...
Essa imagem traduz sofrimento e dor, e mesmo assim, para grande maioria, isso não os toca. Pelo contrário, fazem chacota, ridicularizam e menosprezam a existência desses seres, por acharem inferiores, desprezíveis e apenas um detalhe na grande orbe terrestre. Esse não é apenas um frango, é um ser vivo, que basicamente é refém das mesmas leis que também somos, porque somos superiores?
Não sou sensível demais, o mundo que é cruel a ponto de derramar sangue e não perceber a injustiça que cometem. Não por necessidade como todos pensam, e sim por momentos irrisórios de prazer e futilidades, empurrados pelo dinheiro e poder midiático.
Estamos chegando próximos ao fim, não haverá salvador, não haverá santos, madres, anjos, querubins, serafins, não haverá crença.
Se houver, será a realidade da destruição, sangue e mortes justas, pois é isso que produzimos na Terra à cada segundo. Lei da causa e efeito, ação e reação, leis básicas do universo, independente de religião ou credo, e qualquer outro fundamento que te leve a venda da crença.

Jota Caballero

Nenhum comentário:

Postar um comentário